A evasão do ensino superior por falta de significado para o adulto

A evasão do ensino superior por falta de significado para o adulto

Atualizado: 30 de Nov de 2019


Entre os problemas enfrentados na Educação Superior no Brasil atual a desistência dos alunos durante o curso, conhecida como evasão, é preocupante. Os números falam por si que 50% dos ingressantes não completam seus cursos, apesar dos números oficiais citarem em torno de 30%. Listamos e discutimos livremente para propor uma solução usando a Tecnologia Educacional para posicionar a IES em um patamar diferenciado e reduzir a evasão.


Acompanho desde 2005 as pesquisas sobre evasão, especialmente na graduação. Noto que as pesquisas, de forma geral, sempre se basearam nas declarações feitas pelos alunos em pesquisas com questões fechadas – em formulários declaratórios ou em pesquisas formais para fins científicos. O grande erro desse tipo de questão é que a pessoa sente que não vale a pena investir recursos financeiros e de tempo no estudo e, também, não declara que se fizer um pouco de sacrifício poderia continuar o estudo. Em poucas palavras, destina seus recursos para outras atividades porque essa não está atingindo seu objetivo.


Isso tem a haver com o significado real do que é estudar na idade adulta. Knowles já tinha citado que o adulto não busca sua motivação e engajamento no professor e nem faz isso porque seus pais e a sociedade exigem. O adulto estuda porque racionalmente entende que o significado do curso é conseguir no futuro uma vida melhor. O problema é que sente vergonha em declarar suas dificuldades financeiras e que o sacrifício de tempo de dedicação está afetando sua vida social e familiar. Mas, o pior dos males é que ele não se sente a vontade para dizer claramente que o curso não entrega a empregabilidade que ele busca. Tampouco dá a chance de iniciar algum negócio para aumentar a própria renda.

De maneira geral, afirmar que o ensino a distância minimiza o problema da dedicação de tempo e compensa muito pelo menor dispêndio financeiro é razoável, mas ao se notar que a evasão também é alta não se obtém uma forma de a IES atuar que não seja a utilização do FIES como argumento de permanência (pela pressão do empréstimo) e acompanhamento corpo a corpo de graus de desengajamento (abandono de tarefas, presença social, etc).


A proposta que se defende e que pode efetivamente reduzir a evasão é dar um significado concreto para o aluno que não seja a promessa futura que vá além de suas próprias capacidades. Ou seja, se o aluno compreende claramente as poucas chances de conseguir um bom emprego vão além de ter um curso porque a concorrência é alta, mas que o curso é a condição mínima para concorrer, a sua motivação existe, mas não é forte o suficiente para mantê-lo no curso. Seria melhor se ele pudesse contar com seu próprio esforço para criar oportunidades, ou seja, se ele mesmo pudesse criar seu emprego.


Ao aprender a ser empreendedor durante o curso, o valor do curso aumenta porque além da formação necessária para competir no mercado de empregos, ele passa a ter a capacidade de criar um negócio próprio – algo tão comum em todos brasileiros, o sonho de ter seu próprio negócio e não ter um patrão. Isso não afeta somente os desempregados, os que vivem em subempregos e os que desistiram de procurar empregos. Afeta também os que já estão empregados e querem uma renda extra com um negócio em paralelo ao emprego tradicional. A tendência mundial é a de que as pessoas trabalhem por conta própria e prestem serviços para as empresas, e isso nasce justamente nessa atividade paralela.


A plataforma NewisCool oferece para os participantes a chance de aprender a ser empreendedor no seu ramo de negócio – seja durante um curso superior, como atividade curricular complementar, seja como um curso individual adquirido na própria IES para adicionar mais uma competência que justifica e dá significado do estudo em andamento.


Com essa visão, qualquer motivo apresentado para a evasão passa a ser uma resposta frívola frente a realidade de que o que o aluno quer é o significado real e pertinente a sua vida pessoal. Ele quer a empregabilidade gerada pelo curso, seja como empreendedor ou como um futuro empregado com atitude de empreendedor, mas sempre buscando seu empoderamento além do que qualquer curso oferece.

Saiba mais:

A crise econômica da Educação Superior e as estratégias para mercado altamente competitivo


Professor, precisa ferramenta para ensinar empreendedorismo?


#Empreendedorismo #AprendizagemAutêntica #trabalharemcasa



A NewisCool oferece uma plataforma de empreendedorismo que é um LMS específico para uso como ACC para aplicação em todos os cursos superiores. Ao longo dos semestres do curso, o aluno aprende empreendedorismo criando para si mesmo a empresa que será seu emprego ou sua renda extra. Se ele não tem a aptidão ou vontade de abrir seu próprio negócio (convenhamos que são poucos) irá aprender a criar inovações para aumentar sua empregabilidade em empresas que irão contratá-lo justamente por ser inovador e um profissional diferenciado. Veja mais clicando #NewisCool

Assim, crises econômicas na indústria da Educação, podem se resolver da mesma forma que outras indústrias: usando estratégias competitivas adequadas para mercados altamente competitivos. Clique aqui e faça contato conosco.

Quero usar aprendizagem ativa com meus alunos agora.

Quer usar agora sem compromisso

Quer criar seu negócio

passo-a-passo

com mais segurança ?

Mostre agora como crio um novo negócio usando o passo-a-passo das startups

Prefiro não saber e deixar outros terem vantagem e sucesso

Compartilhe usando sua rede social:

Contato

+55(169)8128-9211

Startup associada

logo-esalqtec JPEG.jpeg

Av. Dra. Nadir Águiar, 1805, sala 312

 Jardim Jamil Seme Cury

Ribeirão Preto - SP, 14056-680, Brasil

Startup incubada

supera_logo.png

Startup graduada

584df6a46a5ae41a83ddee10.png
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Copyright ©2018, NewisCool Tecnologia Educacional LTDA. - All rights reserved.