dog-2794681_1280.jpg

aSSINE PARA RECEBER NOVAS PUBLICAÇÕES

DickDukeGamingDesignProcess1973_PeqPeq.j

bAIXE RECURSOS EDUCACIONAIS DOS EXEMPLOS DE APRENDIZAGEM ATIVA

Assine a nossa página e seja avisado sobre novos textos nessa área.

3 dicas para criar uma hipótese inicial da startup

Muitas vezes as startups são questionadas sobre qual é a sua hipótese de negócio. Essa é uma questão fundamental em toda startup e até sugiro que seja um dos fatores que faz uma empresa desse tipo ser diferente das comuns. Com certeza, a criação de uma hipótese inicial de startup é basicamente a explicação do por que a ideia de negócios pode ser atraente. Dessa forma, durante o desenvolvimento da startup isso vai ser comprovado e justificar investimentos, ou não.

Dica 1 – A hipótese inicial da startup não é imutável

A primeira dica sobre a criação da hipótese é que ela é apenas uma suposição. A propósito, o fundador da startup imagina que o mercado consumidor tem uma necessidade e que sua proposta de serviço ou produto irá ter sucesso como negócio.

Aí entra o desenvolvimento da startup para ver se isso é verdade. Por isso, o nome desse processo é validação da hipótese. Por isso, existem métodos para fazer isso e a cada passo é verificado se continua fazendo sentido a hipótese. De fato, o motivo é simples: ninguém quer perder tempo e dinheiro com uma ideia que está se mostrando como improdutiva. Assim, não faz sentido isso nem para o fundador da startup, nem para o investidor.